4
ago
2016
0

Como superar o sofrimento – 3 histórias incríveis + 10 princípios para desenvolver o poder da superação

Desafios são difíceis de superar, pois quase nunca temos o controle sobre aquilo que está acontecendo. Mas a superação é a descoberta de uma nova oportunidade. Muitas vezes o que vem depois é ainda mais intenso e vibrante do que antes, por mais, que a princípio, isso seja inacreditável.

 

Sofrimento

Você já vivenciou uma dificuldade extrema onde pensou que não teria forças para continuar?

Comigo já aconteceu muitas vezes.

O mais interessante é que ao ultrapassar aquela adversidade que consumia minhas forças e energia, percebi mudanças positivas em mim. Mudanças impossíveis de serem ignoradas.

Tenho certeza que com você isso também já aconteceu!

Como escreveu Francisco Cândido Xavier

Guardemos a certeza pelas próprias dificuldades já superadas que não há mal que dure para sempre”.

Essa frase me lembra que já superei muitas coisas difíceis e de que não estou livre de outras tantas, porém a diferença é a certeza de que a qualquer momento vai acabar.

E, o mais importante, é que posso superá-las!

E mais ainda, ao superá-las, posso me tornar uma pessoa ainda melhor, mais humana, mais útil e mais capaz!

A superação é sempre um recomeço.

Defendo a ideia de que problemas são grandes oportunidades para ajustarmos a nossa conduta e a direção para a qual estamos seguindo. Porque ajustes são necessários, sempre.

Saiba que, como pensou Confúcio

“Você não pode mudar o vento, mas pode ajustar as velas do barco e chegar aonde quiser”. 

Então, superar, renova nossos objetivos e aspirações e energiza a nossa vida.

A superação é uma oportunidade para o novo, para aquilo que está por vir. E, acredite, a vida pode ficar ainda melhor.

Superação é desapego. É fim de uma etapa e começo de outra.

Fatos tristes criam o caos interior, a superação reorganiza tudo e nos impulsiona a continuar.

Superação é reencontro consigo mesmo e resgate da própria essência.

Superação é retomar a missão da alma que dá sentido à existência.

Superação é a descoberta de uma nova vida.

Enquanto você lê este artigo talvez esteja pensando no tamanho do desafio no qual está imerso. É possível que esteja se sentindo sem forças para suportar.

Desafios são difíceis de superar, pois quase nunca temos o controle sobre aquilo que está acontecendo. Não ter controle é muito ruim, pois nos deixa desamparados, inseguros, confusos, amedrontados, muitas vezes revoltados. Nessas horas questionamos o porquê. Porquê eu? Qual a razão de tudo isso?

A boa notícia é que grandes dificuldades e desafios preparam pessoas como eu e você para destinos extraordinários.

Que tal acreditar nisso?

Você está preparado para buscar dentro de você a força necessária para superar seus problemas?

Até o fim deste artigo vou escrever alguns aspectos sobre a força e o poder da superação, tais como:

  • Você é maior que o seu problema

  • A superação é sempre um recomeço – 3 histórias incríveis

  • Como superar a si mesmo

  • 10 princípios para desenvolver o poder da superação

  • Superação é força, equilíbrio e esperança em qualquer situação da vida

 

E então, vamos lá?

 

1. VOCÊ É MAIOR QUE O SEU PROBLEMA

Superar

 

Parece que ainda ouço a voz confiante do pregador que dizia: Deus não lhe dá um fardo maior do que aquele que você pode carregar.

Confesso que não entendi muito bem o que ele queria dizer. Então Deus estaria testando a minha capacidade de suportar a dor?

Não me parece que Deus em sua infinita generosidade seria tão cruel.

Depois de refletir sobre o significado dessas palavras, as aceitei como verdade!

Acredito que carregamos um força poderosa dentro de nós que nos ajuda a enfrentar os problemas e situações difíceis. Até mesmo aquelas em que a nosso ver são insuportáveis.

Meu marido sempre me diz que o problema maior da nossa vida é aquele que estamos enfrentando no momento. Aquele que já passou… ficou pra trás!

O fato é que o nosso estado interior, psicológico e emocional, é fundamental para atravessarmos o vale escuro e angustiante.

Fé. Este é o nome da nossa segurança, quando tudo se apresenta de forma incerta, insegura e desafiante.

Crer em um propósito maior, mesmo com o coração dilacerado pela dor.

Esta é a atitude daquele que tem a convicção de que tudo pode mudar e de que coisas boas ainda estão por vir.

Se você olhar pra dentro de você vai perceber quantos obstáculos já ultrapassou.

Sua história é como a do herói, talvez não daqueles retratados em filmes, mas o herói anônimo da vida real que por tantas vezes já caiu e se levantou.

É como diz o ditado popular “mar calmo nunca fez bom marinheiro“.

Suas lutas transformam você em vencedor.

Agora é o momento certo para tomar a grande decisão de enfrentar seus temores com garra e determinação.

Tenha em mente que desistir não é uma opção. Desistir jamais!

Grandes desafios moldam grandes pessoas!

 

Continue lendo esse artigo e conheça três histórias de pessoas que enfrentaram os seus maiores dramas e acreditaram que não era o fim, mas uma oportunidade de recomeçar.

 

   2. A SUPERAÇÃO É SEMPRE UM RECOMEÇO

        Conheça três incríveis histórias

 

The Silhouette of two man with success gesture standing on the top of mountain

Histórias de superação são comoventes e nos inspiram a continuar lutando com força, fé e coragem.

A verdade é que ao superar as fatalidades um mundo novo de possibilidades se descortina e a pessoa encontra novas razões para viver.

Muitas vezes o que vem depois é ainda mais intenso e vibrante do que antes, por mais que, a princípio, isso seja inacreditável.

Voltar a se encantar com a vida após uma grande adversidade pode parecer impossível, mas quem superou aprendeu a valorizar ainda mais as novas oportunidades.

Só um coração grato é capaz de pensar assim.

Para ilustrar vou narrar três histórias incríveis e comoventes capazes de nos fazer questionar sobre nossas próprias desilusões e sofrimentos.

Três pessoas extraordinárias que recuperaram o entusiasmo e a esperança após se defrontarem com grandes tragédias pessoais.

Confira a trajetória de superação da escritora Graziela Gilioli, a do ex BBB Fernando Fernandes e a do maestro João Carlos Martins.

 

A morte do meu filho me ensinou que a gente pode escolher de que jeito queremos viver: felizes ou tristes” Graziela Gilioli

Imagine a dor de uma mãe que em meio às alegrias da maternidade descobre que o filho caçula de 14 anos está acometido de um tipo raro de câncer e que terá pouco tempo de vida.

Será que é possível deixar pra trás tamanha dor e olhar para o futuro com forças para continuar vivendo?

Graziela Gilioli

Essa é a história da escritora Graziela Gilioli.

Frente à morte somos minúsculos e impotentes” diz a escritora.

Com tudo o que aprendeu com o filho no período em que lutou sem sucesso contra a morte, no seu coração despedaçado, mantinha a certeza que faria de tudo para voltar a ser feliz.

Meu caçula me ensinou muitas coisas. Uma delas é que o sofrimento pela perda de quem amamos é inevitável. Mas ele também me ensinou que a gente pode escolher de que jeito queremos viver – sendo pessoas felizes ou tristes”.

Ela se perguntava: Como uma adversidade dessa magnitude poderia trazer algo de bom pra mim e pra a minha família?

Nos 20 meses em que lutamos contra a doença fomos mantendo um relacionamento profundo, verdadeiro e focado para não deixar desperdiçar nenhum momento da vida. Meu filho tinha 20% de chances de cura. Eu aprendi muita coisa lutando contra a doença. Decidi escrever toda a experiência que vivenciei entre a vida e a morte do meu filho. O processo foi muito complicado.”

O desejo da mãe foi que o filho sobrevivente entendesse que valia a pena viver.

Ela escreveu o livro Pequeno médico onde relata sua angústia e esperança.

Contando a história do filho ela descobriu a sua verdadeira missão e encontrou razões para ser feliz.

Leia mais sobre a história da escritora.

O pequeno médico - graziela gilioli

 

 

No início ainda havia muita esperança em voltar a andar, mas eu teria de estar pronto pra tocar a vida sentado ou em pé.” Fernando Fernandes

 

Fernando Fernandes de Pádua sofreu um acidente e, sem poder mais andar, dedicou-se a paracanoagem. Atualmente o atleta é tetra campeão mundial e ainda busca muito mais!

Fernando Fernandes

Mas a fama do atleta começou bem antes, longe do esporte. Em 2002, ele participou da segunda edição do reality show “Big Brother Brasil”.

Mas a grande mudança começou a acontecer em 2009.

Naquele ano, Fernando sofreu um acidente de carro em São Paulo. Na batida contra uma árvore, o modelo que já fazia algumas campanhas internacionais, fraturou duas vértebras e precisou passar por uma cirurgia de descompressão da medula e fixação da coluna.

O acidente tirou Fernando das passarelas e o colocou em uma cadeira de rodas.

Desde criança meu sonho era ser jogador profissional de futebol. Passei por categorias de base de alguns times grandes, joguei futsal, mas acabei desistindo logo depois de ter me tornado profissional por um time da 3ª divisão de São Paulo”, diz.

Após o acidente Fernando não desanimou com o fato de ter que mudar radicalmente seu estilo de vida. O esporte serviu como apoio para ele se reerguer.

Ainda no Hospital de Reabilitação de Brasília, onde começou a recuperação depois das cirurgias, o ex-modelo, descobriu a modalidade em que o consagraria no mundo todo.

Logo que me acidentei vi que a maior ferramenta que tinha em mãos era o esporte, e o que poderia me tirar daquela situação seria exatamente o esporte. No início ainda havia muita esperança em voltar a andar, mas eu teria de estar pronto pra tocar a vida sentado ou em pé. Ainda no hospital, fui conhecendo vários esportes adaptados, mas um deles me chamou a atenção: a canoagem”.

Os primeiros contatos de Fernando com a canoagem adaptada trouxeram, segundo ele, a sensação de liberdade perdida depois do acidente automobilístico.

Após o período de fisioterapia em Brasília, Fernando voltou a viver em São Paulo para adquirir conhecimento e se aprimorar ainda mais na modalidade. Logo começou a participar de competições.

Fomos conhecendo todo o caminho das pedras e me tornei campeão mundial de paracanoagem.”

Fernando Fernandes 2

De lá para cá, Fernando se tornou um vencedor na paracanoagem: tricampeão sul-americano, tetracampeão mundial, bicampeão Pan-americano, pentacampeão brasileiro e campeão da Copa do Mundo.

Em entrevista à revista Nova, edição 515, agosto de 2016, ele afirmou “Não queria ser só aquele exemplo de superação porque acho meio superficial, sabe? Queria mostrar um lado mais criativo. Provar que qualquer um pode ir lá e criar formas melhores de viver. Fazer do seu mundo um lugar melhor. Todo mundo vai ter problemas, e para você o seu vai ser sempre o pior. Quem sabe se adaptar ao que acontece e aprende a ser um camaleão em várias áreas da vida é quem segue em frente e vence“.

Quer saber mais sobre esta incrível história de superação? Então leia.

 

 

Há males que vem para o bem” João Carlos Martins

A PIOR coisa que me aconteceu, foi perder o movimento das mãos. E a MELHOR coisa que me aconteceu, foi perder o movimento das mãos.”

Como uma tragédia pode ser a pior e a melhor coisa na vida de uma pessoa, ao mesmo tempo?

Só mesmo uma pessoa extraordinária como João Carlos Martins para conseguir enxergar uma fatalidade com os olhos da esperança e fazer tal afirmação.

 

João carlos martins

Desde muito pequeno ele interessou-se pela música e seu talento como pianista o transformou em um dos mais importantes intérpretes de Johann Sebastian Bach do século XX, no mundo.

Tocar piano era sua paixão.

Ele costuma dizer que na música encontrou seu destino.

Entretanto, adversidades desafiaram o músico.

Desde os 18 anos, ele lutou contra os reflexos da distonia, distúrbio neurológico caracterizado por contrações musculares involuntárias.

Além da doença, que naturalmente comprometeu suas habilidades motoras, incidentes agravaram ainda mais seus limites, como um acidente sofrido aos 26 anos durante um jogo de futebol que tirou o movimento de três dedos de sua mão direita.

Tempos depois, ao realizar um concerto em Sofia na Bulgária, sofreu um ataque em um assalto. Um golpe na cabeça lhe fez perder parte do movimento das mãos, e as dores eram intensas quando tentava tocar.

João perdeu anos de sua carreira em tratamentos e treinamentos até que encontrou uma nova maneira de tocar, utilizando os dedos que podia em cada mão. Porém, a cada dia a possibilidade de continuar tocando diminuía.

Desistir da música não foi uma opção para João Carlos Martins.

A pessoa, quando nasce, é como uma flecha. Tem uma trajetória para seguir. Ela tem que cumprir essa missão consertando erros e aprimorando acertos. A minha missão era continuar na música”, afirma o pianista.

Por seis vezes, ele se viu obrigado a abandonar a carreira.

Chegou a fazer mais de 20 cirurgias para recuperar o pleno movimento das mãos.

Até que, aos 64 anos, para não se afastar da música, ele virou maestro.

Desde então, criou a Fundação Bachiana para levar música clássica para as periferias das cidades.

João Carlos Martins percorre o Brasil e o mundo com a sua orquestra, provando que persistência e força de vontade são fundamentais para a superação de problemas, mas que as vitórias só são alcançadas quando não se abandona a esperança!

Atualmente, o maestro é um dos maiores nomes da música clássica reconhecido no Brasil e no exterior.

Sua trajetória está sendo retratada em filme com previsão de estreia em 2017.

Com certeza uma história que vale a pena conferir.

No dia que os médicos disseram para mim que eu nunca mais iria tocar piano, o chão acabou para mim. Mas depois eu percebi, com uma música de Schumann, que eu ainda conseguia chegar no coração das pessoas.”

Eu sou uma pessoa que conta minha luta para cumprir minha missão. Ultrapassar os obstáculos é um exemplo pra mim e para as pessoas que põem o pé no freio na primeira adversidade.”

 Conheça mais sobre o músico  aqui.

 Maestro João carlso martins

 

 

O que você sentiu ao conhecer esses três casos de superação?

Escolhi estas três histórias porque me emocionei ao conhecer a capacidade de cada um em superar suas tragédias pessoais.

Mas, com certeza, poderia contar aqui muitas outras histórias tão emocionantes e inspiradoras quanto estas.

Talvez até mesmo a sua, querido leitor!

A forma como estes três heróis superaram suas limitações e encontraram um novo jeito de serem felizes, serve de inspiração para todos nós.

Porque na dor somos todos iguais.

Persistência, força, coragem, vontade e esperança são ingredientes imprescindíveis para cultivarmos dentro de nós, pois é quase certo que para ultrapassarmos nossos desafios precisaremos de cada uma delas.

 

 3. COMO SUPERAR A SI MESMO

 

Superação

Superação é…

Levantar depois de uma queda na vida.

Reforçar os estudos após a reprovação.

Renovar-se para buscar uma nova colocação após perder o emprego.

É continuar em busca da felicidade mesmo diante da ausência de um ente querido.

Buscar um novo amor.

Cuidar melhor da saúde.

Ser exemplo para as outras pessoas.

Pedir perdão.

Perdoar.

Aceitar que tudo passa.

Caro leitor, mudanças são necessárias para a superação.

Talvez o susto chegou como alerta para colocar mais energia e entusiasmo em nossas ações e reações.

Superar é avançar sabendo que a cada passo existe algo a ser feito com mais eficiência do que fazíamos antes.

A superação ocorre de degrau em degrau, de momento a momento.

Quando a fatalidade bate à nossa porta ela deve nos encontrar prontos para enfrentá-la.

Não somos inatingíveis.

Achar que as adversidades irão acontecer apenas com os outros é negar a própria condição de ser humano.

Pode sim acontecer comigo e com você.

Os problemas surgem para testar a nossa capacidade de persistir, corrigir e superar com determinação.

Então me diga: o que você precisa superar nesse exato momento?

Separação, morte de um ente querido, uma lesão que limitou sua locomoção, desemprego, falência, o quê?

Sofra o que tem que sofrer, mas não se apegue à dor. Talvez essa seja a hora de dizer adeus, deixar para trás o que passou e mirar em novas possibilidades.

A partir de hoje olhe para a solução e não para o problema, a exemplo do pianista que ao ser informado que não poderia mais tocar piano, imediatamente, passa a dedicar-se em adquirir uma nova habilidade, a regência.

Problemas são oportunidades disfarçadas para chamar nossa atenção àquilo que precisamos modificar. Isso porque nem sempre nossas escolhas são as mais acertadas.

Problemas surgem para testar a nossa capacidade de persistir, corrigir e superar com determinação nossas dores e a nós mesmos.

O que sempre acontece é que ao atravessar o vale da sombra, no outro lado, encontraremos a campina verdejante na forma de clareza, crescimento ou uma nova direção com respaldo no que é melhor para nós.

Isso é superação!

Nunca saberemos o quão forte somos até que ser forte seja a nossa única opção.

Superar não é escolha, é necessidade.

Por maior que seja, não há obstáculo que não possa ser superado.

Tudo o que você quer está do outro lado do medo.

Quantas pessoas só conseguiram mostrar seu valor após atravessarem grandes tragédias.

Não quero com isso dizer que você precisa passar por grandes dificuldades para mostrar do que é capaz.

O que quero deixar claro é que podemos superar nossos desafios dando  um novo significado àquilo que nos acontece. Temos força suficiente para isso.

Aceite seus limites sem jamais desacreditar da sua capacidade de superação.

Continue lendo esse artigo e confira a seguir 10 atitudes que são verdadeiros princípios para adquirir os benefícios do poder da superação.

 

4.  10 PRINCÍPIOS PARA DESENVOLVER O PODER DA SUPERAÇÃO

 

  1. Tenha um exemplo de superação que te inspire (como as histórias que relatei acima)
  2. Pratique o desapego (deixe ir).
  3. Não tenha vergonha de pedir ajuda (na dor somos todos iguais).
  4. Transforme sua história de superação em exemplo para as outras pessoas, você vai enxergar um propósito para sua dor e isso trará paz ao seu coração.
  5. Busque alívio espiritual. Conte com a misericórdia e o amor de Deus.
  6. Você é o protagonista da sua história. A superação faz você forte.
  7. Cultive a esperança.
  8. Pratique hábitos fortalecedores (Você pode ser mais).
  9. Aceite que tudo pode ser superado.
  10. Acredite que o que está por vir, é o melhor da sua vida.

 

 5. SUPERAÇÃO É AGIR COM VONTADE, FOCO E ESPERANÇA EM QUALQUER SITUAÇÃO DA VIDA

 Superar é o caminho para a felicidade

O que determina a nossa felicidade é a nossa capacidade de superar, no dia a dia, aquilo que nos é apresentado!

Sabemos que isso nem sempre é uma tarefa fácil.

Mas tudo é crescimento.

Superação é a arte de crescer, evoluir!

Desenvolva, exercite e aprimore o PODER DA SUPERAÇÃO.

Para cada dificuldade que surge na vida, é preciso saber enxergar o lado positivo, absorver o aprendizado e seguir em frente.

Como disse certa vez o Airton Senna: Quando penso que cheguei no meu limite descubro que tenho forças para ir além!

Você pode ir além e construir uma nova história.

 

Obrigada por ficar comigo até aqui!

Eu desejo, profundamente, que você consiga superar seus desafios.

Um grande abraço

 

Rone Portela

Leave a Reply