16
jul
2015
0

Viva uma experiência transformadora lendo o livro O Poder do Agora

Você conseguiria viver totalmente centrado no agora, como o único tempo de que dispõe?

Dá para aceitar que o único tempo que temos é “este momento” e que vivemos um eterno presente?

Essa é a proposta de Eckhart Tolle no livro O Poder do Agora.

Livro-O-Poder-do-Agora

 

O autor afirma que nada aconteceu no passado, o que aconteceu foi no agora. Diz também que nada jamais irá acontecer no futuro, pois o que acontecer, acontecerá no agora.

A vida é agora. Nunca houve uma época em que a nossa vida não fosse agora, nem haverá.

Somos tão presos ao passados e iludidos com a possibilidade das realizações no futuro que viver focado no aqui e agora, como o único tempo que temos, parece uma tarefa impossível.

Os ensinamentos trazidos pelo autor têm o objetivo de transformar de forma radical as pessoas que estão prontas a experimentar verdadeira mudança interior e eliminar o medo e a infelicidade e viver em paz.

Cada palavra escrita no livro foi planejada para conduzir o leitor a uma nova consciência.

O Poder do Agora mostra que vemos e julgamos o presente com os olhos do passado e construímos uma imagem totalmente distorcida daquilo que está acontecendo agora.

alte Fotos betrachten

Eckhart Tolle orienta a sermos observadores de nós mesmos, observar o pensador que somos, ou seja, ouvir a voz dentro de nossa cabeça, como uma testemunha.

Assim, vamos prestar a devida atenção ao que estamos pensando, mas sem julgamentos, sendo imparcial, apenas observando que tipo de pensamento nos absorve constantemente.

Para Tolle, é recorrente que a pessoa trave um monólogo dentro de si, chegando a ouvir uma voz dentro de sua cabeça. A voz comenta, especula, julga, compara, desculpa, gosta, desgosta, etc.

Essa voz é normal, entretanto, o ruim, é que ela, quase sempre, revive o passado infeliz ou ensaia possíveis situações futuras e nesse caso, imagina sempre as coisas indo mal e com resultados desfavoráveis.

Também mantemos a ilusão de que alguma coisa ou alguém no futuro irá nos salvar ou nos fazer felizes.

Essa postura de postergar para o futuro as realizações e a felicidade causa estresse. Isso porque focamos tanto no futuro que o presente, o aqui e agora, fica reduzido a um meio para chegar lá.

siga-em-frente

O livro ensina a observar quais os pensamentos que se está alimentando, principalmente os padrões repetitivos, como aqueles que se repetem há anos.

Para abater esses pensamentos repetitivos e inúteis é necessário adotar uma postura consciente do momento. Estar totalmente presente. Silenciar a mente. Tomar consciência de um silencioso, mas poderoso, sentido de presença.

Habitue-se a perguntar o que está acontecendo com você nesse exato momento. Essa questão lhe indicará a direção certa.

Mas e quando o momento atual é inaceitável, desagradável ou terrível?

Para Eckhart Tolle, as coisas são como são. Resistir não irá mudar as coisas, ao contrário. Encare o problema como algo dissociado de você.

Aceite o que está acontecendo no momento atual e parta para a ação, caso necessário ou possível. Acesse o poder do agora e aceite que tem um problema.

Se ocupe do problema sem se preocupar.

Para você parece incerto conseguir se ocupar dos problemas sem se preocupar? Para Eckhart isso acontece porque você se identifica com o problema. Ele ensina a nos desprendermos do problema para resolvê-lo.

passado-futuro

Para alguns o “agora” nunca é suficientemente bom. Há quem ache insuportável o momento presente ou preferem estar em outro lugar.

Nesse caso, existem três opções: abandonar a situação, mudá-la ou aceitá-la. Depois, arque com as consequências.

O livro ensina claramente como agir ao optar por cada uma dessas três situações (achei ótima essa parte, leia o livro e você vai entender).

O autor adverte a prestarmos atenção a qualquer sinal de infelicidade, qualquer que seja a forma, pois talvez seja o despertar do sofrimento. Ele pode se manifestar com uma irritação, um sinal de impaciência, um ar sombrio, um desejo de ferir, sentimentos de raiva, ira, depressão ou uma necessidade de criar algum tipo de problema nos relacionamentos.

Quando o sofrimento nos domina, faz com que desejemos mais sofrimento e ainda passamos a querer infligir sofrimento a alguém.

Se esse é o seu caso, observe a resistência dentro de você. Observe como é estranho ter prazer em ser infeliz. Observe a compulsão de falar ou pensar a esse respeito. A resistência deixará de existir se você torná-la consciente. Poderá então dar atenção ao sofrimento, estar presente como testemunha e iniciar a transformação.

Os problemas são apenas situações com que temos de lidar agora ou deixar de lado, até que se transformem ou que possam ser negociados.

Estar consciente disso interrompe o padrão, pois é insano desejar sofrimento. Acessar o poder do agora é observar esse sofrimento.

Sempre que formos capazes de observar nossas mentes, deixaremos de estar aprisionados.

Geralmente imaginamos um futuro melhor ou pior que o presente. Imaginar um futuro melhor nos traz esperança e uma antecipação do prazer. Imaginá-lo pior nos traz ansiedade.

O Poder do Agora é estarmos presentes, desviar nossa atenção do passado e do futuro, nos afastarmos da dimensão do tempo na vida diária e praticarmos a postura de sermos uma presença observadora.

Moça meditando

Observar o quanto estamos vivendo alienados do momento presente. O quanto estamos contaminados por padrões de pensamentos destrutivos que nos rouba a paz, a alegria e o amor, daquilo que estamos vivendo no momento.

Quanto aos aspectos práticos guiados pelo tempo do relógio, tais como marcar um compromisso ou programar uma viagem, mesmo aqui, o momento presente é fator essencial, pois planejar ou trabalhar para atingir um determinado objetivo é feito agora.

O que dá forma ao futuro é a qualidade da nossa consciência no momento presente. E o futuro só pode ser vivenciado como presente.

O desconforto, a ansiedade, a tensão, o estresse, a preocupação, todas essas formas de medo são causadas por excesso de futuro e pouca presença. A culpa, o arrependimento, o ressentimento, a injustiça, a tristeza, a amargura, todas as formas de incapacidade de perdão são causadas por excesso do passado e pouca presença.

Você consegue restringir sua vida a esse exato momento? Você pode sempre enfrentar o agora, mas não pode jamais enfrentar o futuro.

Você está esperando alguma coisa acontecer para começar a viver? Comprar a casa dos seus sonhos, o carro, fazer a faculdade, casar, arrumar namorado… O que você está esperando para ser feliz?

Reduzir o agora a lembranças do passado ou esperanças para o futuro, significa que você não quer o que conseguiu e deseja aquilo que não conseguiu. Essa situação reduz grandemente a qualidade da sua vida ao fazer você perder o presente, único lugar onde podemos estar.

Onde quer que esteja, esteja lá por inteiro.

Que você seja feliz agora é o meu desejo!

Carinha feliz

 

 

 

 

Deixe um Comentário